Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Racismo, não!

por neves, aj, em 12.12.04

Era minha vontade estar a escrever com "tinta"azul...

... não o façocomo forma de protesto.
Também era minha vontade estar a dar a habitual forcinhaaos azuis e brancos para o jogo de hoje, no Japão
... e também não o façocomo forma de protesto.
É verdade que a (grande) instituição FC Porto não merece esta desfeita, mas eu tenho o direito à minha revolta.E resolvitraduzir essa revolta, essa indignação, desta forma: com silêncio nadivulgação ao desafio e nojo pelo comportamento de algunsenergúmenos presentes no último jogo da Campeões no belo (conspurcado nessanoite) Estádio do Dragão.
Mas, por outro lado, quero também que este meu silêncio seja contrabalançado, superado por um gritobem alto e de alerta a "todos os Homens de boa vontade":

RACISMO, NÃO!

... no futebol, no desporto em geral, na escola, no trabalho, noquotidiano.
Faço o pedido de que seja compreendido nesta minha tomada deposição. Só pretendo chamar a atenção para os problemas raciais emcrescendo e jamais  culpabilizar o FC Porto ou a sua grande massaassociativa, porque adeptos de fibra tem-nos o FC Porto e um dos exemplos é o meu grande amigo Mário, dragão dos sete costados e membro activod' A Chama do Dragão, que em artigo primoroso revela também a sua indignação,revolta e vergonha por ter assistido, no Dragão, a tais atitudes racistas. (antesde continuar seria bom lembrar aos clubes de futebol que não ficaria mal fazer uma "investigaçãozinha"aos membros das suas claques, organizadas e não só, tendo o cuidado, porém,que tais atitudes de pesquisa não se confundissem com as práticas "pidescas").
Conto assistir ao desafio disputado lá pelas longínquas paragens do país do sol nascente, pois um canal televisivo já se comprometeu a transmitir o dito para todo o território brasileiro. Torcerei e espero que no final o nome de Portugal seja elevado, mas Voz do Seven não divulgará sequer o resultadofinal. É a forma de contestação que escolhi. Dir-me-ão que é atitude infantil e que nem levará a nada. Sim, tambémestou consciente disso (infelizmente), mas esta minha consciência também necessita deacalmar, de se sentir bem por ter feito algo (por mais absurdo que possa parecer) em prol daIGUALDADE DO SER HUMANO.
Face ao que está a passar-se e que tem chegado atémim, quanto ao (re)nascer desses focos racistas nos estádios de futebol da Europa,pois que as Ligas, as Federações, as FIFAs e UEFAs e não sei mais quemcomecem a tomar medidas. Aqui fica o pedido, aliásexigência de que têm de colocar imediatamente freio nesses fanáticos. E essasinstituições têm obrigatoriamente de obrigar cada clube a extirpar o mal. Sepor variadíssimas razões esses clubes não o fizerem, pois que venha apunição. E nãobastarão punições com jogos à porta fechada e multazitas. Tem que haver maisdureza. Perguntarei, talvez até com um certo "radicalismo", porque nãofinalizar drástica e imediatamente desafio em que manifestações dessas sefaçam ouvir?...  tal como fez um árbitro na Holandajustificando-se com a falta de condições psicológicas por o estarem a agredirsegundo a sua "raça".

Apesar de ter sido o autor do golo da vitória sobre o Chelsea  que determinou o apuramento do FC Porto para os oitavos da Campeões, Benni McCarthy desta vez não distribuiu beijos aos adeptos.

Voz do Seven finaliza enaltecendo e oferecendo solidariedade a Benni McCarthypela frontalidade expressa nas suas palavras corajosas em comentário às manifestações racistas durante o citado desafio eformula um pedido ao Mundo para que as vozes da revolta se alevantem contra esta praga social.

Links

Selos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:29




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Dezembro 2004

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK