Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisa de Português

por neves, aj, em 16.07.05

O preconceito e a alma portuguesa
(tudo vale a pena se a alma não é pequena -, in Mar Português F. Pessoa)

Já lá vão 3 anos que estou por estas terras tropicais (que por acaso nesta altura registam temperaturas bem baixas que até ajudam a matar as saudades da minha Beira invernosa) e nunca me tinha debruçado sobre a expressão "coisa de português" que é de criação genuinamente brasileira. Nunca tinha pensado no seu real significado e muito menos sobre o sentido com que pode ser expressa (pode ir de brincalhão a depreciativo, podendo rondar o preconceito) e isto porque tal frase nunca me foi dirigida e nunca pressenti que fosse dita (mesmo em surdina) estando eu por perto. Já a ouvi, sim senhor, mas sempre em programas humorísticos na televisão e diga-se que raramente, mas se procurarmos por ela,p'la expressão, ela pulula p'la imensidão de blogs ou páginas pessoais (especialmente nos de autoria brasileira, claro está) e que gravitam p'las ondas desta rede de redes a que chamamos de Internet. Poderá parecer "coisa de português" esta coisa de andar à procura do significado de "coisa de português", mas a verdade é que por mais que se busque por aqueles blogs ou páginas pessoais já citados não se encontra a definição... o que, diga-se de passagem, jamais seria coisa de português deixá-la por explicar. Também se procurou, e não se encontrou,p'los Dicionários de Língua Portuguesa On-line quer nos de "Língua Portuguesa falada no Brasil", como o Houaisse o Michaellis quer nos Dicionários Porto Editora, que, ao contrário dos dois primeiros [o Michaellis já é de livre acesso], são de livre acesso e apetece orgulhosamente dizer que é mesmo coisa de português esta coisa da preocupação em divulgar a sua própria Língua, também chamada de Língua de Camões, por homenagem ao Grande Poeta, e, carinhosamente, de Língua Mãe ou Materna p'lo respeito e amor que se lhe deve. [Voz do Seven já o disse e reafirma que considera a Língua Portuguesa como o maior símbolo da Lusitanidade, arriscando dizer que em patamar igual (e porque não superior?) à Bandeira Nacional e à Portuguesa, o Hino que junta à volta de si todo o Povo Luso] Bem, mas afinal o que quererá dizer a dita cuja, a tal expressão "coisa de português"? P'lo que esta cabeça de português entende e tendo por base aessência da "piada de português", secção anedótica com que o imigrante português foi contemplado ao longo dos anos,a expressão "coisa de português" significará então, burrice, estupidez ou absurdo... faculdades estas que poderão ser em grau quase inofensivo e tão frequente no mais comum dos mortais ou atingir patamares de verdadeiras loucuras. Compreendido o significado e após o exaustivo prefácio, introdução ou prólogo que nem sei se será considerado "coisa de português", passemos ao assunto que nos levou a dar tão caro título a esta entrada. ...o senador Ney Suassuna (PB), líder do PMDB, fez um comentário despretensioso... o parlamentar, ao inquirir o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) na CPI dos Correios, disse que o interrogatório lembrava "coisa de português"... o acontecimento reporta-se ao dia 2 do corrente mês de Julho e podia ser lido na íntegra em páginas de "sites" que entretanto o tempo tirou do ar.

 

Assim, pode ler-se na notícia que o Embaixador Português no Brasil considerou a frase de preconceituosa para com o Povo Português e apresentou protesto. Talvez socorrendo-se do velho provérbio português de que a almofada ou o travesseiro (ou pessoa culturalmente mais avançada, acrescentamos nós) são bons conselheiros, o dito Senador tratou, logo pela manhã, de redigir um pedido de desculpas que enviou ao Embaixador. Relata ainda a notícia que o ilustre parlamentar usou a Tribuna do Senado para reconhecer a "infelicidade do comentário que fiz... pela injustiça à amada pátria portuguesa e a sua gente irmã e amiga, nossos ascendentes directos"(sic).
Palavras bonitas, sim senhor... e encerrou-se o assunto, desconhecendo-se se acompanhada por uma fatia de pizza e um cálice de Porto, com uma citação de Fernando Pessoa (tudo vale a pena quando a alma não é pequena) não valendo a pena esmiuçar se este acto de contrição é realmente sentido ou meramente circunstancial e se a alocução anteriormente proferida (que de maneira alguma pode abonar quem ocupa tão alto cargo) foi de brincadeirinha ou preconceituosa.
P'la parte que nos toca, Voz do Seven aceita o pedido de desculpas e esquece o incidente, sem ironias e com igual sinceridade e autenticidade do mea culpa do Senador.

Vem a propósito referenciar que no art. 1º da Lei n° 7 716/89 alterado pela Lei n° 9 459/97 (lei brasileira,claro está) se diz que
Serãopunidos, na forma desta Lei os crimes resultantes dediscriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ouprocedência nacional.
Esta lei conhecida como a Lei contra o Racismo andou de boca emboca aquando da prisão de jogador argentino, imediatamente apósjogo de futebol disputado em S. Paulo, acusado de preconceitoracial para com jogador adversário durante o desafio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:43

Mar Português, F Pessoa

por neves, aj, em 16.07.05

 

MAR PORTUGUÊS
Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!


Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

in Mensagem

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:32




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Julho 2005

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK