Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reportagem Palhinhas III

por neves, aj, em 30.06.06
Photobucket - Video and Image Hosting

O Repórter Palhinhas vagueou mais uma vez pela Alemanha afora e enviou-nos, embora com algum atraso talvez devido a passeio em demasia, mais algumas fotos esclarecedoras que passamos a comentar

Certamentepelos tons laranjas das suas vestes, a senhora passou completamentedesapercebida nas bancadas do desafio de Portugal frente à Holanda. No entanto,RepórterPalhinhas, atento, flagrou-a, identificou-a, e garantiu-nos que se tratava de uma espiã inglesa quecertamente terá ficado aliviada por no desafio ante a sua, dela, selecçãonão poder alinhar o luso-brasileiro Deco, aqui a mostrar todo o seu amor ededicação à camisola rubra de bordeaux ou "cor de vinho" que nãoé designação que nos envergonhe de maneira alguma.

Photobucket - Video and Image Hosting

Já com ostransalpinos apurados para as meias-finais (enfrentarão a anfitriã Alemanha)parece que está aqui a explicação de a Itália ter sido levada ao colo para aFase de Eliminatórias no desafio frente à Austrália. Recordemos que ositalianos saltaram mais alto que os cangurus graças à marcação, já nosacréscimos, de uma grande penalidade que segundo dizem só existiu mesmo na imaginação doárbitro espanhol Luis M. Cantalejo. A FIFA, implacável como de costume, castigou-oentão com a nomeação para o desafio dos quartos-de-final entre o Brasil e aFrança. O que teria pesado? O "brinde" dado aos italianos? Ou umacompensação pela eliminação da sua selecção, a Espanha, às mãos dos franceses? Sinceramentedona Fifa, não seria conveniente evitar hipotéticas especulações futuras,tais como as que deixamos aqui no ar? Que os deuses do futebol protejam o árbitro e o desafiotambém, apesar de que damos o benefício da dúvida ao árbitro e muitopossivelmente o que aconteceunaquele jogo foi puro equívoco e, é nosso desejo, que nesta partida entre brasileiros egauleses, Cantalejo não cante p'ro galo nem em tons de samba, apenasapitando ao que deve ser apitado.

Photobucket - Video and Image Hosting

Refira-se quepara o desafio entre Portugal e Inglaterra a FIFA nomeou um árbitro argentinode seu nome Horacio Elizondo. Nadaa dizer, pensamos... ou talvez sim como comentador afirmou em tons debrincadeira desejando que o homem do apito, ou familiar, não tenha combatido naida Guerra das Malvinas ou das Falklands, em perspectiva inglesa.Especulação... mais uma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Assina Zé...

por neves, aj, em 30.06.06
Photobucket - Video and Image Hosting

... não te rias, porque também te está a sair do bolso, Zé!
Contam por aí que com o vaivém do Parlamento Europeu entre Bruxelas e Estrasburgo, os "Zés Povinhos" da Europa vêem voar por ano 200 milhões de euros, duzentos milhões, ouviste?

Mas qu'é isso, pá?
Eu já assinei. Coube-me o número 730 629 E tu, Zé, de que estás à espera? Desgruda do Mundial por um momento e assina aqui... é p'ra chegar ao milhão!

A petiçãopara pôr cobro a tamanho desperdício foi-me enviada pela minha parente SofiaNeves, neta de Santa Comba e mentora do Biscoitose Carícias. ASofia ainda pede para divulgar e eu nem olhei para trás... faz o mesmo!

200 000 000 de euros?

TOMAI...

Photobucket - Video and Image Hosting

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:26

Ilusões...

por neves, aj, em 30.06.06

SOMOSPRISIONEIROS DOS NOSSOS OLHOS? 

Assim nosquestiona o ILUSÃODE ÓTICA, um dossites do brasileiro SergioBuratto. Emresposta diremos nós que muitas vezes o somos e não muitas raras vezes tambémsomos aprisionados pelos sentimentos e emoções o que, infelizmente, nos podelevar a transformar essas ilusões em verdadeiras obsessões. Terá então deentrar em acção a razão, tantas vezes de modo cruel e frio, mas convenhamosque é ela que nos mostra o quanto estávamos iludidos qual criança perantepasse de mágica.

Observar os pontos no cruzamento das linhas Photobucket - Video and Image Hosting

Aapresentação desta entrada não se prende com algo especial e se se faz estareferência é para não pairar no ar a ideia de que Voz do Seven está a chamara atenção para que não se construam castelos (de ilusão) no ar em relaçãoao finalzinho do Mundial 2006 que aí se aproxima. Nada disso. Noentanto, e já que tocámos no assunto, aqui fica pequeno aviso para que oadepto, torcedor português tenha os pés bem assentes no chão e que jogue umjogo de cada vez. A fé é muita, mas amigos e amigas, não construamos umailusão final... por ora. É certo que o sonho comanda a vida, mas os sonhosnão devem ser demasiadamente longos, não acham? Vamos devagar... com a razãoa apoiar-nos. Amanhã vêm aí os ingleses... pois que venham. Sem ilusão, ecom a razão que nos assiste, vamos lutar de igual para igual, tentar camuflar aposição dos nossos bravos no tabuleiro de jogo e colocar os bretões a correràs voltas atrás da bola. 

Até Sábado,à hora de jogo, 16 horas em Portugal e 12 horas aqui em S. Paulo, divirtam-secom resmas de ilusões. Entrem directamente no site ou se preferirem através decada uma das imagens que publicamos sendo de referir que nas que se seguem, umadelas é bem clássica e até nos fez lembrar "A CARA DO HOMEM QUE RI E QUEDEPOIS CHORA" que era tão divulgada em calendários de bolso.... a outra,bem, a outra imagem retrata o impossível que pode ser sonho bem possível eaconselhável para cada um de nós, lusos, ter na véspera dos desafios daSelecção de Todos Nós.

Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:48

A Copa "por cá"

por neves, aj, em 29.06.06

Apesar de ser"hora de ponta", de rush como por aqui se diz, e de a foto sereportar à Estação da Sé, a mais importante e mais movimentada de S. Paulo,está plenamente justificada a ausência (quase) total de passageiros nacirculação metropolitana (metro em Portugal, metrô por estas bandas)... opessoal tinha-se refugiado no Vale do Anhangabaú, onde telão estrategicamentecolocado transmitia as imagens do Brasil vs Gana e que o escrete venceu por umconcludente 3-0, mas cuja exibição ainda não agradou aos mais críticos eexigentes.

Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting

Photobucket - Video and Image Hosting

Virá a talhede foice referir que às vezes parece que os comentadores ou comentaristasdesportivos, esportivos em perspectiva brasileira, ainda não se convenceram queo objectivo do futebol actual é vencer e que as pedaladas e bicicletas sãonúmeros circenses que só podem surgir esporadicamente quando a ocasião seproporciona e acima de tudo quando a equipa adversária o permite, porque meussenhores e minhas senhoras, hoje qualquer Selecção Nacional que se apresentanum Mundial exige respeito já que evoluiu, treinando, tratou de se modernizarfutebolisticamente falando.Lembremo-nos que actualmente os nomes já não jogam e que não há desafiosfáceis. São os chamados sinais dos tempos modernos, sinais estes que tambémpermitem aos descendentes dos homens que Cabral encontrou acompanhar os jogos defutebol da sua selecção via satélite sem perder a composturatransmitida por seus ancestrais.

Antes definalizamos é nosso dever fazer referência a algo deveras raro por terrabrasileiras, um protesto anti-Copa, melhor dizendo uma manifestação contra oalheamento da população enquanto o Mundial de Futeboldecorre. Passou-se em São Paulo na Terça-feira, eram 12:40 horas e o Brasilestava em campo, e o palco foi nada mais nada menos que a "jóia da cidade", a AvenidaPaulista.

Photobucket - Video and Image Hosting

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:48

Lula de novo...

por neves, aj, em 29.06.06
Photobucket - Video and Image Hosting

"Decidi, com humildade, submeter meu nome e meu Governo ao julgamentodos meus irmãos brasileiros"

24 de Junho, Brasília
Convenção Nacional do Partido dos Trabalhadores(
PT)
O cidadão Luiz Inácio Lula da Silva, actual Presidente da RepúblicaFederativa do Brasil anunciou oficialmente a sua recandidatura a novo mandato.
Parao secundar em mais 4 anos, Lula da Silva anunciou o nome de José Alencar, actualVice-Presidente da República.

Photobucket - Video and Image Hosting

1 de OUTUBRO

Photobucket - Video and Image Hosting

Photobucket - Video and Image Hosting

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54

ESPANHA 1 - FRANÇA 3

por neves, aj, em 28.06.06

Também mereceaqui destaque porque se uns são nuestros hermanos os outros serãonossos primos e o envolvimento entre nós portugueses e os povos destas duasnações é tão grande que as novas gerações têm aqui um pé, uma mão ali eo coração acolá, com usos e costumes tão misturados que se confundem, tendoaté inclusive surgido novos dialectos como o portunhol e o portugaulêse, quem sabe, o franconhol.

Já toda agente sabe que os espanhóis parece que estavam armados em invencíveis e que aarmada napoleónica conseguiu dar-lhes a volta respondendo com três balázioscerteiros quando Paris já ardia com uma primeira (e única) bomba castelhana.Também é do conhecimento público que o próximo embate dos franceses seráfrente à tropicalíssima frota verde e amarela (despachou os africanos do Ganaem crónica que ainda vai ser feita) que, ao ritmo do mais que desejado samba eque nunca mais surge, espera ajustar umas continhas iniciadas em 1998.

Vamos àcontenda...
Desde o inícioque a Espanha vibrava, cantando e rindo, e até aproveitava para homenagearo  mais famoso dos galos que após espalhar durante anos toda a suaclasse por terras reais espanholas tinha anunciado a sua reforma(aposentadoria)...

Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting

Quando bala certeira acertou na mouche, la belle France sentiu-se perdida e humilhada clamava pelos seus socorrendo-se de todos os artifícios....

Photobucket - Video and Image Hosting

mas eles pareceque andavam perdidos completamente embevecidos pelas (belas) paisagens vizinhasdos Pirenéus.

Photobucket - Video and Image Hosting

Por sorte,talvez, a fúria refreou. De imediato, os galoslevantaram a crista, empertigaram e emplumaram-se e foram-se a eles, aos espanhóis tá claro.Num repente deram três bicadas e num repente também, bateram asa... foram-separa os quartos, deixando os espanhóis envoltos na maior das tristezas,e quiçá lamentando também o adios a Zizou, mais uma vez à porta dos quartos.

Photobucket - Video and Image Hosting

Post-scriptum -Uma bicadazinha em nuestros hermanos sabe sempre bem, tanto que lemoscomentário (de um espanhol claro) em que se dizia  "... hoje(Terça-feira, 27) vamos vingar-nos dos franceses, no Sábado do Brasil e naQuarta dos portugueses..." tá bem, tá bem ó melga... daqui a 4 anosa gente conversa.

Já em final decrónica registe-se que o técnico da França, Raymond Domenech, denuncioumanifestações preconceituosas da parte da torcida espanhola para com osjogadores gauleses e isto logo em torneio em que a FIFA colocou como bandeira aluta contra o racismo. Militante a favor da erradicação do preconceito raciale social no futebol, Raymond é ferozmente criticadopelo fascista Le Pen que tem o desplante de afirmar que uma selecção que temna sua maioria negros não espelha a França e como tal não empolga os adeptosfranceses... pobre França que apesar de teres revolucionado o mundo tens queaturar o energúmeno deste teu filho.
Quanto a nuestros hermanos...
regressaram acasa e pelos vistos a torcida espanhola nem ficou chateada por aí aléme no País Basco e Catalunha os jornaisaté rejubilam como (in)êxito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45

Brrrr... que frio

por neves, aj, em 28.06.06

O Inverno desceu aos trópicos 

Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting

Na foto da esquerda, o bebé deve perguntar-se se realmente a cegonha ocontemplou com o Brasil, mais propriamente comRibeirãoPreto, cidade dointerior do Estado de S. Paulo e que dista sensivelmente 330 quilómetros daquida capital.
Capital que também foi contemplada com uma vaga de frio "intensa",sendo que esta intensidade é sempre relativa e na concepção de um portuguêsainda com o termóstato regulado para as invernias beirãs é apenas um amanhecerou fim-de-tarde primaveril ou, na pior das hipóteses, apenas um dia de Outono.A foto da direita faz esse registo em que vemos uma paulistana agasalhada emtons coloridos defronte à imponente fachada da Sé Catedral de S. Paulo eem cuja (maravilhosa) Praça houve, nesta Quarta-feira, uma manifestação exigindopolíticas de habitação popular. 

Photobucket - Video and Image Hosting

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:24

PORTUGAL 1 - HOLANDA 0

por neves, aj, em 28.06.06

(de crónicasatrasadas também reza o Voz do Seven)

A almalusitana está nos quartos-de-final

Comandada aoestilo Felipão, a esquadra lusitana driblou os moinhos de vento e entre umastamancadas aqui e acolá derrubou os poderosos diques colhendo a tulipa que lhedá acesso aos quartos-de-final do Mundial 2006.

Photobucket - Video and Image Hosting

Os noticiáriosdefinem o desafio como a Batalha deNuremberga. Queseja, mas não foi perdida. Bom... convenhamos que teveperíodos em que os atletas mais pareciam gladiadores, comentando-se que talveztudo tenha começado por golpe violento e desleal sobre o nosso Cristiano Ronaldo... ai,senhoras e senhores, meninos e meninas, como sabemos nós, por experiência, o quanto uma equipa protege o seu menino.No entanto houve lances feios e admitimos que não gostámos de algumas cenas em que jogadores tão experientescomo o bravo capitão Luís Figo perderam completamente as estribeiras (mas um homem não é de pau, não é verdade Luisinho?...nem J. Cristo, como disse o timoneiro). No entanto, comonos qualificámos enterram-se em poço sem fundo certas precipitações, mas sea esta hora estivéssemos a fazer as malas perguntamo-nos o que a Imprensa diria dainfantilidade de Costinha e também de Deco, e já que falamos no nossoluso-brasileiro que não se venha agora abordar a hipotética despenalizaçãodo segundo amarelo já que o primeiro poderia ter saído tingido de vermelho.

Photobucket - Video and Image Hosting

Como águaspassadas (nem ventos) não movem moinhos (não é trocadilho)enterremos o que se passou, e o que foi dito, também no poço do esquecimento e vibremos com estaestrondosa vitória bem sofrida (à boa maneira portuguesa) em desafio que,mesmo agora com as águas mais calmas, temos de considerar que nem foi batalhaantes sim um jogão, emotivo,sofredor, impróprio para cardíacos e que (Ave Maniche) teve um final felizpara as nossas cores.

Mas lá dentroé lá dentro, porque fora do estádio reinou o convívio luso-holandês... oravejam lá...não dá para entender se se conversou, mas comeu-se e bebeu-se, orapois...

Photobucket - Video and Image Hosting

isto apesar deque alguns monstros (de cara bem feia diga-se) e outras feras tentavamamedrontar os nossos patrícios que até estavam em menor número

Photobucket - Video and Image Hosting

nem as beldadesescondiam uma risadinha de gozo e parece que até os mais pequeninos vinhampreparados para nos cascar...

Photobucket - Video and Image Hosting

afinal foi tudofogo de vista, como se viu, e no final lá foram os laranjas cabisbaixos, emborasem o rabo entre as pernas talvez por o terem perdido, de regresso para casa.

Photobucket - Video and Image Hosting

Foientão a vez, da Alemanha ao Marquês, de as nossas beldades rirem a bom rir,bem melhor por ser por último, exultando com a brilhante vitória dos nossosvalentes tugas.

Photobucket - Video and Image Hosting

Ave Portugal

Photobucket - Video and Image Hosting

Post-scriptum -Pode dar a ideia de crónica piadesca sem fair-play, mas sentimo-nos obrigados a usarlinguagem adequada p'ra holandês perceber, ora pois.

Photobucket - Video and Image Hosting

Fotos uol
Fotos FIFA
Fotos maismundial

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

Compartilhando uma dor...

por neves, aj, em 24.06.06

Quando meapercebi da tragédianos vários sítios da internet fiz alguns telefonemas, confirmei oficialmente (policiajudiciaria.pt)e escrevi, ainda a quente confesso,comentário no jornal PÚBLICO

Vomitar... 
Por Neves, AJ - natural de Santa Comba Dão, em São Paulo Brasil 
Ao ler isto só me apetece vomitar. Já não bastava a este SANTACOMBADENSE, afastado 8 mil quilómetros do colo materno, constatar que as três flores roubadas ao belo e pacato jardim terão sido assassinadas, quando me dizem que o presumível homicida é um ex-cabo da GNR que tão bem conheço. Juro que não sei que dizer aos familiares das jovens, porque também me sinto em dor já que com duas delas tive "acesas discussões" matemáticas e a outra será filha de antigo parceiro de Escola. Como nada posso fazer, envio apenas abraço solidário. Ao presumível... digo-te pá... se realmente és tu o portador dessa mente hedionda que praticou os actos, considera-te desprezado, porque não serão os laços de sangue que nos unem, leves mas existem, que me fazem calar a revolta que me consome as entranhas.

Pego nolápis e no papel, olho para o relógio e vejo que marca 18:30 horas, aquiem S. Paulo neste Sábado cinzento, tão sombrio quanto o meu comportamento dehoje, segundo diz a minha mulher. Parece que ela está conseguindoconvencer-me a fazer entrada, mas está a tornar-se muito difícil para mim, porque olápis azul da razão está constantemente a praticar censura nas palavras queaparecem no monitor do computador. Quero escrever pouco, mas dizer muito... sóque não consigo inventar palavras. Neste momento, a frio, depois de reler o queescrevi a quente e de ler e reler as notícias que me chegam sobre a tragédiaocorrida na minha Santa Comba não vejo razões para retirar uma vírgula,apesar de o Direito e o bom senso me alertarem que não posso fabricar umculpado nem chamar alguém de assassino até que os Tribunais o provem.
Não chamoninguém de assassino, eu só queria saber porquê. Porquê, pá? Diz-meporquê!
Por aqui, porestas terras distantes habituei-me a tomar café... tomo um trago, recosto-me nacadeira e enfio uma baforada pela fresta da janela entreaberta.... nem os sonsdo prolongamento do Argentina vs México me despertam, porque parece que estouamorfo ou então tenho pressa em finalizar, por não querer pensar no assunto, o queprometi a minha mulher... evocar no Voz do Seven a memória da Isabel, daMariana e da Joana. Recordo a Joanita que um dia, teria ela 10/11 anos, apareceuà minha secretária pedindo-me que lhe explicasse como se adicionavam ousubtraiam fracções e como se resolvia uma expressão ou equação numérica.Já com a Isabel, que a minha memória não recorda, o meu laço afectivo voaaté seu pai quando se sentava a meu lado nos bancos da Escola Primária e com aMariana voltam novamente à minha mente as lides matemáticas e as muitasequações que resolvemos em ordem a xis ou a outra qualquer incógnita.
Oh incógnitamaldita que não me sai da cabeça... porquê? Porquê, pá? Diz-me porquê!

   

O drama, atragédia de Santa Comba Dão (até teu nome ditosa mãe/terra apanha detabela) espalhou-se pelo país e galgou fronteiras. É minha convicção quenão terá havido alma que não elevasse o seu pensamento para as três jovensbarbaramente assassinadas e que não se sentisse solidário para com as suasfamílias. Muitos pediram a cabeça do presumível, uns chamam-lhe louco,psicopata outros assassino sem escrúpulos. No calor da emoção algumas vozesexageram a favor de agravamento de penas e outros generalizam erradamente àspolícias...
Eu, por mim,nem emito opinião, estou triste, desolado... eu só queria que nada tivesseacontecido!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:42

em pesar

por neves, aj, em 23.06.06

Photobucket - Video and Image Hosting

Aprendemos que mesmo contra toda e qualquer adversidade, o Homem tem de lutar... lutar. Aprendemos também que a vida quotidiana não se compadece, ela não pode parar e tem de continuar mesmo que a tristeza nos ataque e nos abale mais que terramoto em montanha de gelatina.

No entanto tivemos a sorte de, em educação, nos dizerem que a pessoa humana deve ser respeitada, que ela vale mais que tudo e em vias disso Voz do Seven resolveu parar com a escrita durante estes dois dias, Sexta-feira e Sábado, em homenagem à memória das três jovens santacombadenses que estavam desaparecidas e que foram, hoje (Sexta-feira, 23 de Junho) o soubemos, barbaramente assassinadas.
Compartilhando a dor é nosso desejo enviar abraço solidário aos familiares das três jovens que em plena juventude tiveram a infelicidade de ter por perto mente tão perversa e hedionda.

Hoje, Segunda-feira, retomamos os nossos relatos sobre o Mundial 2006. Esperamos que a alegria dos futebóis nos acompanhe até ao final, à grande FINAL, que se deseja com a presença das cores lusitanas e que o caneco venha parar às nossas mãos. Por cada vitória portuguesa relataremos em festa, no entanto a tarja negra em sinal de pesar acompanhará sempre o nosso cachecol.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:03

Pág. 1/5





  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Junho 2006

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK