Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



JVicente

por neves, aj, em 07.06.06

JVicente é assinatura de amigo, compatriota e conterrâneo também.Profissional do ensino o JVicente tem por hobby a fotografia e surpreendeu-mecom (maravilhoso) álbum fotográfico a navegar na rede das redes, nesse emaranhadode ondas que faz o longe vir até nós ou, melhor, que nos permite voar sem noslevantarmos da cadeira em que estamos sentados.

E hoje eu voei, aliás estou a voar. Sobrevoo a minha Santa Comba Dão e nãome escuso de murmurar: "mãe (terra) como vais mudando". Graças à diferente perspectiva de olhar as coisas doJVicente apercebo-mede alterações na minha cidade, muitas delas não noticiadas e outras que já tinha ouvido falar pelaleitura ou pelos relatos de minha filha nos contactos telefónicos que mantemosregularmente e se esta citação íntima da regularidade vem à baila é paraque conste das actas que se é importante regar as raízes, jamais o fruto deve deixar de seracompanhado e amado.

Photobucket - Video and Image Hosting

Aescolha da foto que sorrateiramente desviei do álbum do JVicente, com a certeza de que não irei serpunido, tem a sua explicação. É que, e essencialmente,ela revela-me a mudança de visual de um local muito querido que sempre gosteide visitar e que é testemunha de infância de inúmeras e salutaresbrincadeiras do "jogo das latinhas" (caricas ou tampinhasque afinal são cápsulas de garrafas) nas pedras graníticas que formavam (eformam) os canteiros de flores. Livre do emaranhado de arbustos e trepadeirasaté as rosas poderão agora crescer mais livre e alegremente dando um rostomuito mais belo a este pequeno jardim, tantas vezes denominado como o jardim aolado da Casa do Padre e onde se ergue um cruzeiro que verdade seja ditanão me lembra bem o que representa, sabendo apenas que se refere a qualquercomemoração de cariz nacionalista do Estado Novo e onde me tiraram umafotografia quando eu era miúdo.

Voltando aoamigo JVicente e ao seu álbum de fotos sobre Santa Comba (há um outroálbum), que já tem o selinho ou banner (ou logo?)na respectiva coluna do Voz do Seven, o amigo visitante pode assim ter umcontacto maior com o casario da minha cidade em paisagens deveras maravilhosas eretratadas a partir de pontos estratégicos como a Torre da Igreja e ainda podeconhecer alguns dos habitantes do mini-zoo sito nos terrenos daAssociação dos Bombeiros Voluntários e que já foi matéria de escrito meu noDefesa da Beira.

Na despedidaquero enviar um forte abraço, afinal aquele abraço, ao amigo JVicentepor me ter permitido realizar a mais bela das viagens, às origens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Tarja Negra

por neves, aj, em 07.06.06
Photobucket - Video and Image Hosting

A publicidade tem força, tanta força que obriga um homem (e mulher, claro está) a tomar atento em (quase) tudo, mesmo quando não o deseja...

Photobucket - Video and Image Hosting  

e assim amensagem é transmitida e o objectivo do fazedor de imagens é conseguido.Ontem, ao atravessarmos avenida movimentada cá no burgo reparámos no cartazpublicitário que deu nome a esta entrada.

É lógico quea imagem chama a atenção de qualquer mortal. Desde logo é enorme, são oschamados outdoors não é verdade? Depois vem o mistério... os olhos (seestiverem sozinhos), percorrem demoradamente de ponta a ponta o dito e nem umapalavra encontram... só e apenas uma tarja negra. 

Por acaso hojede manhã dei de caras com notíciareferente ao misterioso cartaz que está a provocar efervescência entre oscuriosos e amantes destas coisas publicitárias. Todos se interrogam sobre otipo de  mensagem que a enigmática tarja negra esconde sob ela (algumatatuagem?), já que a sua função neste caso não será de tapar algo que mesmoos olhos mais inocentes não possam ver.

Ah... a meninado cartaz é modelo conhecida. Antes de ser noiva em faustoso casamento debrincadeira já desfilava e, parece que também apresentava programa de músicana televisão, mas a partir do momento que virou castelã de conto de fadas queos jogadores da bola gostam de protagonizar (quando o dinheiro estorva algumacoisa têm de fazer) ficou famosíssima, tão famosa que os honorários cobradospor desfile dispararam em flecha e até passou a ser denominada como Fenómeno.Passaram uns meses, o conto de fadas acabou e a menina caiu em desgraça até noseu próprio país onde nem  as mulheres se solidarizaram com ela chegandoinclusive a censurá-la pelo fracasso do seu matrimónio faz de conta, que comofoi dito não o chegou a ser antes sim uma grandessíssima farsa talvezpublicitária não sei e longe vai o interesse em saber.... mas, pudera como éque a menina não haveria de ser crucificada se o seu amado esposo era nada maisnada menos que o todo poderoso homem golo do escrete?

Apesar de nãoacompanhar os programas bisbilhoteiros sobre os/as colunáveis, o purgatório deDaniela Cicarelli era dissecado na imprensa e obrigatoriamente chegava até mime a todo e qualquer cidadão por mais distraído que fosse. Não me perguntemcomo nem quando, mas eis que de um momento para o outro, a moribunda se ergueu eos flashes começaram novamente a procurar a sua silhueta, esbelta diga-se depassagem.

Ela aí está,ora pois... rosto angélico à direita tentação diabólica à esquerda, e emtempos de Copa não me admira que seja para enfiar um golaço de fazer inveja amuitos artilheiros que por aí circulam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:23




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Junho 2006

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK