Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



C'um Raio

por neves, aj, em 22.05.08

CR ao Estêvão de Faria, já...
(crónica com leve cheirinho tripeiro a intrometer-se na Beira, na Nossa Beira)

PhotobucketJá dará para perceber, pelas maiúsculas em destaque, que esta crónica é em tua honra, antes dirigida a ti meu menino que não andas a portar-te muito bem nomeadamente em chutos ou chutes de 11 metros.
É certo que marcaste um golaço, mas, desculpa lá o palavrão, aquela cagada no final (em que és reincidente) borrou toda a escrita que desenhaste no relvado (gramado) do Luzhniki, em Moscovo. E pelas fotos até me dá a impressão que não festejaste a conquista da Taça como o terias feito se tivesses convertido a má fadada penalidade (antes que me esqueça dou-te por conselho pagar uma bacalhoada ao Van der Sar lá na Ilha, mas só no final do Euro e quando o Alberto João andar por outras paragens senão rouba a cena com as cagadas habituais).
Fico preocupado. Sério, estou a falar a sério. Convicção meu lindo. Parte para a bola com convicção, c'um raio. Digo-te ainda que naquela situação, marcação da penalidade máxima, essas mariquices de beijar a bola estão contra-indicadas. Uma bola não se beija, agride-se. Não se ama, odeia-se. Beijinhos no esférico são para o goleiro se o impedir de entrar. E mais... paradinha daquelas já o meu avô, que nasceu antes do futebol ter sido inventado, as fazia. Grande morcão, ter-se-ia gritado em coro pela Inbicta afora. Tenho a impressão que não só o meu amigo Zé Varela, a caminho dos 50, como também outro amigo, o eterno Antº João Bacalhau que já passou pelo meio século e caminha à minha frente, defendiam esse autêntico passe. Não te chateies comigo, pá, e não te envergonhes de te ter "descido" aos distritais porque por lá também se aprende muita coisa. Se aprende... uma delas é essa "rudeza" para com a bola de que falei, mas por vezes também entre pares e aviso-te que nunca nos chateávamos uns com os outros. Ainda gostava de saber como são os vossos treinos (treinamentos). Será algo como "o menino Cristiano não se importa de marcar esse penalty, se faz favor?" É assim? Ora batatas. No meu tempo o mister (também tínhamos) era capaz de dizer: "enfia lá essa m... dentro da baliza (gol)". E digo-te com segurança que a bola, tantas vezes agredida com raiva e espumando, lá entrava. GOLO. O objectivo, tal como assar a sardinha onde quer que seja, tinha sido conseguido... GOLO... GOLO... três vezes GOLO.
Bom, não restem dúvidas então que estás mesmo a necessitar de um tratamento de choque que passará, inevitavelmente, por ensaboadela de Felipão entre os pinheiros das matas vizinhas ao Fontelo. No entanto, és um gajo de sorte e depressa te podes recompor já que esse ar beirão até dá vida a um morto. Acredita. Afianço-te, pá. E vai metendo isso na cachola, porque fala a Voz da experiência de um beirão de se7e (topas?) costados. Pena tenho eu por agora estar tão longe porque até te levaria ao velhinho Estêvão de Faria na minha querida Santa Comba Dão para aprenderes umas coisas. Não te rias. Garanto-te que ou fosse pelos ares ou pela história que o velho pelado tem entre grãos voltarias de lá bem diferente. Para além de joelhos e coxas esfaceladas (engrandece o ego e torna-nos mais "machos"), garanto-te que ficarias mais maduro, mais rijo e mais rude (um jogador em campo quer-se feio, sabias?) ou seja mais jogador, com muito mais confiança para bombardeares todos os Cech, Casillas ou mesmo Van der não sei quantos que te possam aparecer pela frente.
Vem-me à memória, contudo, que segundo consta até inspiraste algum ar da minha santa terrinha quando lá foste participar num daqueles torneios de equipas jovens e provavelmente terias actuado ou pelo teu Sporting ou pela Selecção de Lisboa, mas estragaram tudo ao levarem-te para o Municipal e não pudeste bebericar daquelas histórias que te queria contar lá no Estevâo de Faria. Bom, verdade seja dita que naquela altura nem tu sabias que chegarias a uma Final da Campeões nem eu imaginava que aquele puto, que provavelmente vi jogar, me daria um dia azo para escrever uma crónica de preocupação, confesso novamente, nem tanto pelo hipotético falhanço de uma penalidade no Euro (há sempre um Santo Ricardo, não?) e sim mais pela instalação de uma qualquer falta de confiança na tua mente e aí é que o caldo se pode entornar ou o gato ir às filhoses. Se já temos fama de falhar na hora da verdade (ora lê o que o teu penalty provocou) que nos espera se partirmos para a Suíça órfãos ou coxos da estrela da companhia?
Apruma-te, carago!

Post-scriptum - à margem do meu recado, que não sei se consideras "puxão de orelhas" (oxalá que sim), quero que saibas caro Cristiano Ronaldo que fiquei contente por teres conquistado a Liga dos Campeões, a tua primeira, e a colocação da foto a pegares no caneco é prova disso. Dou-te igualmente os parabéns por teres sido o melhor marcador da Liga e alargo ainda os parabéns ao Nani e ao Carlos Queirós como não podia deixar de ser. No entanto, e como é nas horas amargas que se vêem os amigos, envio aquele abraço de solidariedade para o Ricardo Carvalho, para o Paulo Ferreira (cada um já vencedor de uma Liga ao serviço do FC Porto) e para o Hilário que embora vencidos se devem considerar satisfeitos por terem ajudado a sua equipa a chegar tão longe, à Final.
De adversários ontem, agora que Cristiano Ronaldo, Nani, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira unam as mãos em torno da mesma causa: a Nossa Selecção que, como todos sabemos, estagia por Viseu, pela minha Beira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK