Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PAZ

por neves, aj, em 06.06.08

Hoje recebi um "alerta do google" sobre Santa Comba Dão que me deu PAZ. Muita PAZ.
Deu-me PAZ porque fiquei a saber que a MEMÓRIA das três flores abrupta e barbaramente arrancadas do pacato jardim santacombadense encontrou finalmente a PAZ.
Que agora a ditosa Santa Comba Dão, embora para todo o sempre manchada na sua honra por um filho indigno, acalme e também se sinta em PAZ.
O Supremo decidiu, está decidido.
Foi feita Justiça!


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:14

O Senão

por neves, aj, em 06.06.08

Não há bela sem senão, diz o Povo, e como outro dia mostrámos (com orgulho) a Bela, hoje (com tristeza) apresentamos o Senão.

PhotobucketVerdade seja dita que o Senão não é novo, já tem barbas bem compridas e fartas e algumas vezes em escrita amedrontada até lutámos para que este monstro não incomodasse a beleza panorâmica do Rossio.
Em vão, no entanto.
Atravessámos o Atlântico com a missão por completar, mas quando assistimos ao ressurgimento da Bela acreditámos piamente que o Senão tivesse desaparecido de vez e tivesse deitado por terra um dos ditotes populares que os tempos modernos não desejam, nem devem desejar, lá muito. Mas, enfim, parece que a tradição continua a ser o que era e a Bela e o Senão continuam a caminhar lado a lado, pelo menos na nossa ditosa Santa Comba Dão, distanciados apenas umas duas ou três dezenas de metros dando até a ideia de que o Senão é como que o lixo varrido para debaixo do tapete vermelho em zona das mais bonitas da cidade e que deve ser considerada como a célula-mater da antiga vila.
Contudo, não pretendemos aqui criticar a acção (ou falta dela) de quem comanda os destinos do burgo, afinal os artífices da Bela, porque sempre nos podem dizer como nos diziam outros que em breve tudo se modificará, que está no projecto e blá, blá, nem temos intenção em atacar a ausência de mudança de mentalidade ou atitude dos senhores donos das viaturas já que o amigo que nos enviou a imagem do Senão (as imagens, rectificamos) não nos esclarece se naquele preciso momento haveria espaço livre nos locais apropriados mais próximos e sabemos nós por experiência criteriosamente constatada que caminhar além de uma centena de metros está absolutamente contra-indicado em pessoas automóvel-dependentes.
Bom, enevoados em utopia finalizamos como criança carregadora de sonhos ao redigir composição na Escola: que algo deveria ser feito para levar para longe os mostrengos de quatro de rodas (de duas também) e desanuviar o bonito Largo do Rossio que, apesar de estar um pouco escondido, seria também merecedor de algo monumental no seu centro, um centro de mesa que o dignificasse e que fosse acolhedor e atraente para o passante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:49




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK