Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Estêvão de Faria

por neves, aj, em 20.05.09

A primeira das fotos retrata a fachada dos balneários/vestiários do Estêvão de Faria, o estádio de futebol de propriedade do Desportivo Santacombadense e assim chamado em homenagem ao doutor forasteiro que foi conservador do Registo Civil e Presidente da Câmara da ditosa Santa Comba Dão e que por tanto a amar desejou que nela fosse sepultado.
A idade que contabilizamos permite-nos recordar a enorme poça de água das chuvas que se formava no Inverno nesse espaço onde se erguem agora os balneários, no entanto quando ainda com a idade de Júnior vestimos a Camisola Preta dos Pinguins do Dão já eles tinham forma e era neles que nos equipávamos. Com o tempo foram melhorados, alargados e modernamente equipados tendo o renovado espaço recebido a denominação de Delfim Pais de Matos (Pina) em homenagem a um dos Presidentes da colectivade quiçá um dos mais obreiros e que lhe ofereceu décadas de vida. 

Photobucket

Por conhecimento próprio podemos dizer que são instalações de que os santacombadenses ligados ao desporto se podem orgulhar de possuir e atrevemo-nos a dizer que muitos dos adversários que visitam o velhinho Estêvão de Faria partirão roidinhos de inveja.
Só que, e fazendo jus ao velho provérbio de que não há bela sem senão, a tão carismática beleza do Estádio Dr. Estêvão de Faria está doente e exceptuando os citados balneários apresenta-se enegrecida pelo tempo como as imagens documentam.

Photobucket

Dói. Dói bastante ver a ausência de pintura neste  espaço de belas bancadas em granito e de muros antigamente caiados que foi palco de monumentais jogos de futebol e onde moram ad aeternum as memórias de figuras quase lendárias dos Pinguins. Sabemos que o Inverno foi bem duro e também sabemos que os Pinguins não nadam em dinheiro, mas, mais que não seja, que este texto seja considerado apenas um desabafo de quem também por lá esfolou os joelhos e, quem sabe, talvez consiga sensibilizar instituições públicas e/ou privadas que possam oferecer uns litrinhos de tinta e disponibilizar o serviço dos seus empregados por umas horas ou dias.
Os pinguins de hoje, de ontem e de sempre ficariam deveras agradecidos.

A propósito... feio, deveras feio, é colocar os nossos mais jovens a jogar combalizas tão despidas de tinta. Qualquer latita de cinco litros as engalanava para que assim o espectáculo fosse completamente de gala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Maio 2009

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK