Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bom-senso

por neves, aj, em 12.08.09

Estávamos nós às voltas com a lei anti-fumo e perguntámo-nos: se "bom-senso" tem o sentido de uma única palavra (se comporta como uma unidade lexical, lemos depois) porque não é dicionarizada tal como, por exemplo, bem-amadobem-parecido ou bem-vindo? Será porque uma possui o prefixo bom e as outras oprefixo bem? De pesquisa em pesquisa não chegámos a lado nenhum, aliás chegámos à conclusão de que realmente cada um (académico) dita a sua lei, porque vejamos: o vocábulo "boa-vontade" (o prefixo é o feminino de bom) também não é dicionarizado, mas um linguista do Ciberdúvidas (Peixoto da Fonseca)responde com boa-vontade. Baralhados e até revoltados pelas hipotéticas palmatoadas apanhadas na Escola Primária pelos erros dados nos famigerados Ditados, apoiamo-nos no sábio ditote popular de que cada burro emite a sua sentença e, apesar de ser contra as normas, vamos passar a escrever "bom-senso", tal como "meia-dúzia" quando nos quisermos referir não propriamente a seis, mas a uma quantidade pequena não específica... e da sentença não cabe recurso.
Já agora... descumpridor.
Descumpridor é dicionarizado no Brasil (aquele que não cumpre), mas já não o é em Portugal apesar de existir o vocábulo cumpridor e, muita atenção, o verbo descumprir, cujaconjugação, convenhamos, nos convida a usar o descumpridor... será que a formação das palavras não usa a lógica? Se o verbo existe, porque não o "agente"? Que se descumpra a regra... e desta sentença também não cabe recurso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:18




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK