Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Amo-te filha

por neves, aj, em 03.12.11

... hoje, 3 de Dezembro, é Dia de Festa, dia de apagar as velinhas do bolo e cantar os parabéns a você à filhex que nasceu cinco após as onze numa manhã um pouco fria. Parabéns filha.

Photobucket
um clique para mais fotos

... quando estiveres a ler a pequena homenagem que te faço imagino-te de boca tão aberta quão a do pequeno bombom de apenas ano e meio que detestava água pela cabeça abaixo e adorava que eu lhe contasse a "história da menina chata" onde a própria era a protagonista dos capítulos improvisados, mas no final fazia sempre a mesma [inocente] pergunta: ó pai, a menina sou eu, não sou?
Mui provavelmente estarás mais surpreendida pelo título que dou à entrada, à tua entrada, do que propriamente pela foto que tão bem conheces [mas que não imaginavas que estivesse comigo], que foi captada há já uns anitos pelo mais feliz dos fotógrafos [teria eu a idade que hoje celebras] e que por artes mágicas e à tua revelia me chegou às mãos num ápice [quer dizer, graças às maravilhas tecnológicas e à cumplicidade de tua mãe]. Conhecendo-te, imagino-te também com pulga atrás da orelha preocupada comigo por hipotético ataque nostálgico, quiçá deprimente, mas não propriamente, fica sossegada que está sempre tudo bem comigo apesar de uma enorme vontade de te abraçar andar a sufocar-me, e se te faço abertamente esta declaração de amor é porque senti essa necessidade, nada mais. Amo-te filha. Nem tudo na vida terá necessidade de ser explicado, ademais, já diz o outro que o coração tem razões que a própria razão desconhece. Hoje tocou-me, talvez seja a dura couraça que esteja a ficar permeável. Das nove "fotos possíveis" que a encomenda trouxe, escolhi esta para embelezar o que escrevo contigo no pensamento, mas, mais uma vez, não me perguntes as razões, talvez pela graça da língua de fora ou porque me veio à memória a ocasião, o local, as pessoas, a situação, contudo podia ter escolhido a menina-de-cabelo-à-rapaz quando tinhas 4 anos e me foste visitar a Tabuaço e onde é notória também a língua de fora, mas aqui em irreverência de criança, montada num ramo de árvore em forma de sela que embelezava o "jardim das tulipas", ou a foto tirada em Cinfães onde apareces mais senhorita quando lá foste passar comigo umas curtas férias e mergulhaste nas águas mais límpidas do planeta, do Rio Bestança, ou mesmo aquela outra foto também com 18 meses de idade como esta do banho em que apareces espreitando para a máquina fotográfica tendo por pano de fundo uns cravos e uns gladíolos vermelhos e que foi tirada à porta de casa. Como eu, e se clicares na foto publicada, podes também tu viajar pelas fotos e pelo tempo, pelas recordações, doces lembranças, mas hoje não quero apenas falar do passado, do tempo em que eras o pequeno bombom, o que mais quero desejar-te neste Dia de Festa é que caminhes para a frente sem receio, que não lamentes o que hipoteticamente já devias ter feito porque vais sempre a tempo e que os espinhos que encontres pela estrada afora não sejam suficientemente fortes para te impedirem de atingir a felicidade.
Remato como comecei: amo-te filha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52




  


 photo logoasminhasfotos_zps81358f6e.png

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK