Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Correio dos Leitores

por neves, aj, em 20.01.06

Ela é uma dasnossas fiéis leitoras. É brasileira, vive no Algarve (descobrio amor cá em Portugal, diz) e possui dois espaços na net,o Baúde Pérolas e o <ahref="http://felizesemportugal.blogs.sapo.pt/">

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#008c00">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Ela é uma dasnossas fiéis leitoras. É brasileira, vive no Algarve (<em>descobrio amor cá em Portugal</em>, diz) e possui dois espaços na net,o </font><a href="http://spaces.msn.com/members/baudeperolas/"target="_blank"><font color="#008C00" size="2" face="Verdana"><strong>Baúde Pérolas</strong></font></a><font color="#008C00" size="2"face="Verdana"> </font><font color="#000080" size="2"face="Verdana">e o </font><ahref="http://felizesemportugal.blogs.sapo.pt/" target="_blank"><fontcolor="#008C00" size="2" face="Verdana"><strong>Felizes emPortugal</strong></font></a><font color="#000080" size="2"face="Verdana">.</font></p><p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Amiúde,recebemos da parte desta nossa leitora mensagens encorajadorasdesejando &quot;um bom dia&quot; ou &quot;uma boa semana&quot;sempre acompanhados de um pensamento, de um poema ou até dealgumas curiosiades (</font><ahref="http://vozdoseven.weblog.com.pt/arquivos/222163.html#more"target="_blank"><font color="#008C00" size="2" face="Verdana"><em><strong>historinhasde crianças</strong></em></font></a><font color="#000080"size="2" face="Verdana">) que, como ela bem cita, ajudam adescontrair.<br>Hoje, dedicamos-lhe entrada não só para retribuir emdobro as suas palavras amigas como também para mostrar a nossagratidão por nos ter permitido descobrir o poeta MárioQuintana.</font></p><div align="center"><center><table border="0" cellpadding="0" cellspacing="0" width="260"bordercolor="#0000FF"> <tr> <td><p align="justify"><font color="#008C00" size="2" face="Verdana"><strong>Depois</strong></font><br><font color="#008C00" size="2" face="Verdana">Sentir primeiro, pensar depois<br> Perdoar primeiro, julgar depois<br> <br> Amar primeiro, educar depois<br> Esquecer primeiro, aprender depois<br> <br> Libertar primeiro, ensinar depois<br> Alimentar primeiro, cantar depois<br> <br> Possuir primeiro, contemplar depois<br> Agir primeiro, julgar depois<br> <br> Navegar primeiro, aportar depois<br> Viver primeiro, morrer depois.</font></p> <p align="right"><font color="#000080" size="1" face="Verdana"><em>Mário Quintana</em></font></p> </td> </tr></table></center></div><p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Este foi o poemaque recebemos há uns dias atrás. Lemos e gostámos. Fomos embusca e de imediato encontrámos </font><ahref="http://www.geocities.com/Athens/Acropolis/2776/quintana.html"target="_blank"><font color="#008C00" size="2" face="Verdana"><strong>MárioQuintana</strong></font></a><font color="#000080" size="2"face="Verdana">, poeta, brasileiro natural do Estado do RioGrande do Sul, cidade de Alegrete. Em pesquisa mais refinadaficámos encantados com </font><ahref="http://www.geocities.com/Athens/Acropolis/2776/quintana.html?200620#poemas"target="_blank"><font color="#008C00" size="2" face="Verdana"><strong>OSPOEMAS</strong></font></a><font color="#000080" size="2"face="Verdana"> e descobrimos o cantinho do poeta</font></p><div align="center"><center><table border="2" cellspacing="1" bgcolor="#EDE275"bordercolor="#EDE275"> <tr> <td align="center"> <a href="http://marioquintana.blogspot.com/" target="_blank"><img src="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/diversos2/marioquintana.gif" alt="Image hosting by Photobucket" border="0"> </a></td> </tr></table></center></div>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45

historinhas de crianças

por neves, aj, em 20.01.06

Contava-nosa nossa estimada amiga

Eis a sabedoriada criança, que me fascina desde que eu era uma!
Bendito seja o adulto que preserva a integridade da "suacriança interior"
Havia, na revista "Pais e Filhos", um espaço de PedroBloch, pediatra e teatrólogo, de coisas engraçadas que ascrianças diziam.
Essas historinhas são verdadeiras:


Uma meninaestava conversando com a sua professora. A professora disse queera fisicamente impossível que uma baleia engula um ser humanoporque apesar de ser um mamífero muito grande, a sua garganta émuito pequena.
A menina afirmou que Jonas foi engolido por uma baleia.
Irritada, a professora repetiu que uma baleia não poderiaengolir nenhum ser humano; era fisicamente impossível.
A menina, então disse: "Quando eu morrer e for ao céu, vouperguntar a Jonas".
A professora lhe perguntou:
- "E o que vai acontecer se Jonas tiver ido aoinferno?"
A menina repondeu:
- "Então é a senhora que vai lhe perguntar."

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontsize="2">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p><font color="#800000" size="3" face="Verdana"><strong>Contava-nosa nossa estimada amiga</strong></font></p><p align="justify"><font color="#800000" size="2" face="Verdana">Eis a sabedoriada criança, que me fascina desde que eu era uma!<br>Bendito seja o adulto que preserva a integridade da &quot;suacriança interior&quot;<br>Havia, na revista &quot;Pais e Filhos&quot;, um espaço de PedroBloch, pediatra e teatrólogo, de coisas engraçadas que ascrianças diziam.<br>Essas historinhas são verdadeiras:</font></p><p align="justify"><font size="2" face="Verdana"><br></font><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Uma meninaestava conversando com a sua professora. A professora disse queera fisicamente impossível que uma baleia engula um ser humanoporque apesar de ser um mamífero muito grande, a sua garganta émuito pequena.<br>A menina afirmou que Jonas foi engolido por uma baleia.<br>Irritada, a professora repetiu que uma baleia não poderiaengolir nenhum ser humano; era fisicamente impossível.<br>A menina, então disse: &quot;Quando eu morrer e for ao céu, vouperguntar a Jonas&quot;.<br>A professora lhe perguntou: <br>- &quot;E o que vai acontecer se Jonas tiver ido aoinferno?&quot;<br>A menina repondeu: <br>- &quot;Então é a senhora que vai lhe perguntar.&quot;</font><fontsize="2" face="Verdana"><br><br></font><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana">Umaprofessora de creche observava as crianças de sua turmadesenhando.Ocasionalmente passeava pela sala para ver ostrabalhos de cada criança.<br>Quando chegou perto de uma menina que trabalhava intensamente,perguntou o que desenhava.<br>A menina respondeu: <br>-&quot;Estou desenhando Deus.&quot;<br>A professora parou e disse: <br>-&quot;Mas ninguém sabe como é Deus.&quot;<br>Sem piscar e sem levantar os olhos de seu desenho, a meninarespondeu:<br>- &quot;Saberão dentro de um minuto&quot;.<br></font><font size="2" face="Verdana"><br></font><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Uma honestamenina de sete anos admitiu calmamente a seus pais que LuisMiguel havia lhe dado um beijo depois da aula.<br>- &quot;E como aconteceu isso?&quot; Perguntou a mãe assustada.<br>- &quot;Não foi fácil&quot;, admitiu a pequena senhorita,&quot;mas três meninas me ajudaram a segurá-lo&quot;.<br><br>Um dia, uma menina estava sentada observando sua mãe lavar ospratos na cozinha.De repente, percebeu que sua mãe tinha várioscabelos brancos que sobressaíam entre a sua cabeleira escura.<br>Olhou para sua mãe e lhe perguntou: <br>- &quot;Porque você tem tantos cabelos brancos, mamãe?&quot;<br>A mãe respondeu: <br>- &quot;Bom, cada vez que você faz algo de ruim e me faz chorarou me faz triste, um de meus cabelos fica branco.&quot;<br>A menina digeriu esta revelação por alguns instantes e logodisse:<br>- &quot;Mãe, porque TODOS os cabelos de minha avó estãobrancos?&quot;</font><font size="2" face="Verdana"><br><br></font><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana">Um menino detrês anos foi com seu pai ver uma ninhada de gatinhos que haviamacabado de nascer. <br>De volta a casa, contou, com excitação, para sua mãe que haviagatinhos e gatinhas.<br>- &quot;Como você soube disso?&quot; perguntou a mãe.<br>- &quot;Papai os levantou e olhou por baixo&quot;, respondeu omenino. &quot;Acho que ali estava a etiqueta&quot;.<br><br>Todas as crianças haviam saído na fotografia e a professoraestava tentando persuadí-los a comprar uma cópia da foto dogrupo.<br>- &quot;Imaginem que bonito será quando vocês forem grandes etodos disserem: ali está Catarina, é advogada, ou também esteé o Miguel, agora é médico&quot;.<br>Ouviu-se uma vozinha vinda do fundo da sala:<br>- &quot;E ali está a professora. Já morreu.&quot; <br></font><br></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

A Voz do Povo

por neves, aj, em 20.01.06

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#008080">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="center" class="MsoNormal" style="text-align:justify"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><strong>(opinião deGoulart Medeiros</strong></font><font color="#008080"><b>)</b></font></p><div align="center"><center><table border="5" cellpadding="5" cellspacing="5" width="495"bordercolor="#FFFFFF"> <tr> <td align="center" bordercolor="#000080"><img src="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/fotogoulart.jpg" alt="Image hosted by Photobucket.com" width="137" height="164"><br> <font face="Times New Roman" color="#008080" size="2"><b><i>GOULART MEDEIROS</i></b></font></td> <td><p align="justify"><font face="Times New Roman" color="#000080" size="4"><strong><b>A Voz do Povo</b></strong></font></p> <p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><strong>Comprar é uma prazer institucional, comprar! Escravo, da publicidade&#133;<br> Escravo, da sociedade&#133;</strong></font></p> </td> </tr></table></center></div><p><a href="http://vozdoseven.weblog.com.pt/arquivos/215265.html"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><strong>quemé Goulart Medeiros</strong></font></a><br><a href="mailto:goulartmedeiros@hotmail.com"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><b>goulartmedeiros@hotmail.com</b></font></a><br><a href="http://www.blog.comunidades.net/goulart/"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><b>GoulartMedeiros &#150; Democracia Directa</b></font></a></p><p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><br>Comprar coisas que não valem para comprar, só servem para seendividarem no banco.<br>Comprar é uma prazer institucional, comprar!<br>Quem é que gosta deste espírito de &quot;merda&quot; e comogostem de acordar às 07.00 horas, melhor ainda trabalhar para umsalário de &quot;merda&quot; que não chega ao fim do mês. Masalguém me diz que eu tenho que consumir, para quê ?<br>Pagar, o colégio do rapaz.<br>Pagar, a luz, água e gás.<br>Pagar, a residência da minha mãe.<br>Pagar &#133;<br>Minha vida consiste em furar a letra do carro e pagar a cota àcomunidade.<br>Pago a hipoteca da casa e a divida que tenho no bar.<br>Pago a letra do Vídeo a letra do Televisor e o seguro docarro&#133;<br>Muito dinheiro, muito dinheiro, a sociedade de consume seconverteu em seu servidor.<br>Muito dinheiro, esta é a vida de um consumidor.<br>Escravo, da publicidade&#133;<br>Escravo, da sociedade&#133;<br>Nós queremos todos por igual.<br>Aqui termina a história deste humilde trabalhador, que há sidoum debilitado e nem sequer se entregou na sociedade.<br>Muito dinheiro, muito dinheiro, a sociedade de consume seconverteu em seu servidor.<br>Esta é a realidade da vida do consumidor, ser escravo dasociedade.<br>Escravos da sociedade? Nunca...<br>Queremos tudo por igual, e o melhor é desligar o televisor.</font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:16

Vamos falar de anarquismo

por neves, aj, em 20.01.06

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#008080">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="center"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><strong>(opinião deGoulart Medeiros)</strong></font></p><div align="center"><center><table border="5" cellpadding="5" cellspacing="5" width="495"bordercolor="#FFFFFF"> <tr> <td align="center" bordercolor="#000080"><img src="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/fotogoulart.jpg" alt="Image hosted by Photobucket.com" width="137" height="164"><br> <font face="Times New Roman" color="#008080" size="2"><b><i>GOULART MEDEIROS</i></b></font></td> <td><p align="justify"><font face="Times New Roman"color="#000080" size="4"><strong><b>Vamos falar de anarquismo</b></strong></font></p> <p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><strong>Anarquismo é o sistema de socialismo sem governo. Seguimos o famoso Bakunin.</strong></font></p> </td> </tr></table></center></div><p><a href="http://vozdoseven.weblog.com.pt/arquivos/215265.html"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><strong>quemé Goulart Medeiros</strong></font></a><br><a href="mailto:goulartmedeiros@hotmail.com"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><b>goulartmedeiros@hotmail.com</b></font></a><br><a href="http://www.blog.comunidades.net/goulart/"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><b>GoulartMedeiros &#150; Democracia Directa</b></font></a></p><p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><br>Anarquismo é o sistema de socialismo sem governo.<br>Comunismo anarquista são as bases e princípios. Os anarquistasmantêm que a anarquia, é a ausência de soberanos, é uma formaviável de sistema social e funciona para levar ao máximo aliberdade individual e a igualdade em mutuo apoio.<br>Seguimos o famoso Bakunin.<br>A liberdade sem socialismo é um privilégio e injustiça, e queo socialismo sem liberdade é a escravatura e brutalidade.<br>A história da sociedade comprova este ponto. A liberdade semigualdade é somente liberdade para o poderoso, a igualdade semliberdade é impossível e é uma justificação de escravatura.<br>Por conseguinte, o anarquismo é uma teoria política que apelapela criação da anarquia, uma sociedade baseada em a máxima de&quot;sem soberanos&quot;.<br>Nós anarquistas mantemos que a propriedade privada da terra é ocapital e a maquinaria tiveram os seus dias, que esta estácondenada a desaparecer e que todos os requisitos da produçãodevem de, e se convertirá em propriedade comum da sociedade, eserão gestionados em comum por os produtores da riqueza.<br>A organização politica ideal da sociedade é um estado decoisas donde as funções do governo se reduzem ao mínimo, e quea meta final da sociedade é a redução das funções dogoverno, não há nada a decidir queremos uma sociedade semgoverno, a anarquia é possível e está na mente de todos nós.<br>Dado que os seres humanos são criaturas pensantes, negar-nos aliberdade é negar a oportunidade de pensar por nossa conta.<br>Para nós anarquistas, a liberdade é o resultado da nossahumanidade.<br>Queremos uma sociedade justa, sem escravatura, igualdade paratodos.<br>Este é os princípios da nossa luta, a FESAL - FEDERAÇAOEUROPEIA DE SINDICALISMO ALTERNATIVO de combate e capaz de seopor às politicas neo-liberais levadas acabo pela generalidadedos governos dos nossos Estados respectivos.<br>Debateremos a melhor maneira de nos organizarmos ao nível local,regional, nacional e europeu, por forma a termos uma capacidadede intervenção efectiva nas lutas.<br>Mantermos, a todos os níveis, a democracia de base eassembleária, avançando também do ponto de vista do nossoreconhecimento legal.<br></font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12

Festival criminal...

por neves, aj, em 20.01.06

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#008080">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="center"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><strong>(opinião deGoulart Medeiros)</strong></font></p><div align="center"><center><table border="5" cellpadding="5" cellspacing="5" width="495"bordercolor="#FFFFFF"> <tr> <td align="center" bordercolor="#000080"><img src="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/fotogoulart.jpg" alt="Image hosted by Photobucket.com" width="137" height="164"><br> <font face="Times New Roman" color="#008080" size="2"><b><i>GOULART MEDEIROS</i></b></font></td> <td><p align="justify"><font face="Times New Roman" color="#000080" size="4"><strong><b>Festival criminal &#150; Toureiros assassinos</b></strong></font></p> <p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><strong>Bandarilheiros... procurando uma ocupação.<br> Prossegue a matança de mais um animal&#133;</strong></font></p> </td> </tr></table></center></div><p><a href="http://vozdoseven.weblog.com.pt/arquivos/215265.html"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><strong>quemé Goulart Medeiros</strong></font></a><br><a href="mailto:goulartmedeiros@hotmail.com"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><b>goulartmedeiros@hotmail.com</b></font></a><br><a href="http://www.blog.comunidades.net/goulart/"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><b>GoulartMedeiros &#150; Democracia Directa</b></font></a></p><p align="justify"><br><font color="#000080" size="2" face="Verdana">O Homem será assimtão cruel, pela definição que temos da palavra? Digo-o muitosinceramente, não creio que esta minha posição seja sequerfruto da educação que possa ter recebido, custa-me a crer que oser humano, degenere na prática de tais barbáries. É que nãopodemos confundir a agressividade necessária à imposição daespécie, que estava latente nos nossos antepassados, com atortura de um animal. Não posso crer que sejamos assim tãoinsensíveis! O ser humano não é assim....ou se é... algumacoisa correu mal. Mas, nesse caso, quem nos poderá ajudar?<br>Escrevo a cerca de uma viagem que fiz há Catalunha - Barcelona.<br>Festival criminal!!!<br>Entrei no Atlântico no mar do Mediterrâneo em uma terra de mare muito sol. Que desde então se vive traficando uma esperança etradição.<br>Entrei vestido de palhaço para a morte do animal.<br>Entrei em estado de loucura, quando se anunciou seu final.<br>Bandarilheiros, sementes de violência vão procurando umaocupação.<br>Prossegue a matança de mais um animal&#133;<br>Festival criminal!!!<br>Vergonha!!!<br>Toureiro, tu es a vergonha de uma nação. <br>Toureiro, tu es a violência na televisão.<br>Toureiro, tu es um assassino por vocação.<br>Toureiro, é um fiasco a tua profissão.<br>Amar culturas, desorganizou a violência e a dor. É um insultohá nossa inteligência e à nossa evolução.<br>Assim começa a festa criminal.<br>Não colabores com um povo de dementes sem um código final.<br>Toureiro assassino!!!<br>É um fiasco a tua profissão.<br>Tu es a vergonha de uma nação.<br>Tu es um assassino por vocação.</font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09

Está por marcar o funeral...

por neves, aj, em 20.01.06

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#008080">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="center" class="MsoNormal" style="text-align:justify"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><strong>(opinião deGoulart Medeiros</strong></font><font color="#008080"><b>)</b></font></p><div align="center"><center><table border="5" cellpadding="5" cellspacing="5" width="495"bordercolor="#FFFFFF"> <tr> <td align="center" bordercolor="#000080"><img src="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/fotogoulart.jpg" alt="Image hosted by Photobucket.com" width="137" height="164"><br> <font face="Times New Roman" color="#008080" size="2"><b><i>GOULART MEDEIROS</i></b></font></td> <td><p align="justify"><font face="Times New Roman"color="#000080" size="4"><strong><b>Está por marcar o funeral da primeira vítima da </b></strong><em><strong><b>cannabis</b></strong></em></font></p> <p align="justify"><font color="#000080" size="2" face="Verdana"><strong>A </strong><em><strong>cannabis</strong></em><strong> pode vir a ser utilizada no tratamento de doenças terminais e dores crónicas, segundo prescrição médica.</strong></font></p> </td> </tr></table></center></div><p align="justify"><a href="http://vozdoseven.weblog.com.pt/arquivos/215265.html"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><strong>quemé Goulart Medeiros</strong></font></a><br><a href="mailto:goulartmedeiros@hotmail.com"><fontcolor="#008080" size="2" face="Verdana"><b>goulartmedeiros@hotmail.com</b></font></a><br><a href="http://www.blog.comunidades.net/goulart/"target="_blank"><font color="#0000FF" size="2" face="Verdana"><b>GoulartMedeiros &#150; Democracia Directa</b></font></a></p><p align="justify"><br><font color="#000080" size="2" face="Verdana">Criar um outromundo é possível para combater esta Globalização. Para estaslutas, todos não somos demais. A reinvenção do mundo em quevivemos é uma tarefa apaixonante que pode e deve ser empreendidaa partir de agora. Este é o meu desafio. Se quiseres, será oteu também.<br><br>Está na hora de passar à Democracia Directa!!!<br><br>A cannabis pode vir a ser utilizada no tratamento de doençasterminais e dores crónicas, segundo prescrição médica. Aprescrição da cannabis deve ser autorizada pelo Ministério daSaúde e deverá ser distribuída aos doentes através dasfarmácias hospitalares.<br><br>A planta do &#147;cânhamo&#148;, &#147;cannabis sativa&#148;,possui cerca de 60 agentes diferentes, dos quais o mais activo éo &#147;tetrahidrocannabinol&#148;.<br><br>A lei portuguesa considera consumidor quem possua até 7g dehaxixe ou 25g de folha de cannabis. Em Portugal, a utilizaçãorecreativa da cannabis, seja sob a forma de marijuana (asextremidades secas da planta) ou haxixe (resina recolhida dasflores e folhas superiores), deixou de constituir um crime epassou a contra-ordenação, com aplicação de penalizações.<br><br>O uso medicinal da cannabis já se encontra regulamentado emvários países. <br><br>No Canadá alguns pacientes estão autorizados a possuir asubstância para fins terapêuticos -, de seis estados dosEstados Unidos da América e da Holanda, em que a venda dacannabis em farmácias, mediante receita médica, foi autorizada.Na Catalunha, é possível ter-se até três plantas por pessoa.<br><br>Admito que o consumo prolongado da cannabis possa produzirefeitos secundários à saúde de alguns consumidores, os efeitosa longo prazo do consumo da cannabis, mesmo que efectuado numabase regular, são limitados.<br><br>Ainda está por marcar o funeral da primeira vítima da cannabis.<br><br>O Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed)deverá actualizar os limites da utilização terapêutica dacannabis, bem como controlar a existência e circulação dasubstância nas farmácias hospitalares.<br><br>Depois de concedida a autorização do Ministério da Saúde, ospacientes que pretendam utilizar a cannabis seriam identificadosatravés de um cartão que assinale a sua autorização e possede algumas plantas por habitação.<br><br>Se também acreditas que um outro mundo é possível, está nahora de passares à Democracia Directa!<br><br>Quem manda no mundo são os activistas&#133;<br><br>O Anarquismo por uma Globalização Alternativa.<br><br>A Democracia Directa pelas tuas mãos&#133;</font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:05

O trabalhoabaixo retrata como o Hugo, aluno do 5° A e talvez nos seus10/11 anitos, aplicou a "técnica da linha" transmitidapor seu mestre de EVT, o Prof. Agostinho da Escola EB 2,3 MotaPinto. O lindo quadro foi publicado no <ahref="http://arteagostinho.blogs.sapo.pt/">

[Error: Irreparable invalid markup ('<fontcolor="#00b900">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="justify"><font color="#005300" size="2" face="Verdana">O trabalhoabaixo retrata como o Hugo, aluno do 5° A e talvez nos seus10/11 anitos, aplicou a &quot;técnica da linha&quot; transmitidapor seu mestre de EVT, o Prof. Agostinho da Escola EB 2,3 MotaPinto. O lindo quadro foi publicado no </font><ahref="http://arteagostinho.blogs.sapo.pt/" target="_blank"><fontcolor="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong>Arte por umCanudo</strong></font></a><font color="#005300" size="2"face="Verdana"> (de Agostinho) e, atendendo a que o Voz é umespaço rodeado de Atlântico por todo o lado, não resistimos àtentação de o adquirir e colocá-lo na nossa &quot;sala deentrada&quot; para assim darmos mais embelezamento ao nosso/vossoespaço.</font></p><p align="center"><imgsrc="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/diversos2/linha2006agostinho.jpg"alt="Image hosting by Photobucket" width="407" height="288"> </p><p align="justify"><font color="#005300" size="2" face="Verdana">Admiradoresdesta e, essencialmente, da &quot;técnica do ponto&quot;, ochamado </font><ahref="http://evtagostinho.no.sapo.pt/linhaponto2006.htm"target="_blank"><font color="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong>pontilhismo</strong></font></a><fontcolor="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong> </strong></font><fontcolor="#005300" size="2" face="Verdana">(como o Agostinho noselucida oferecendo-nos ainda uma </font><ahref="http://www.cyberartes.com.br/indexFramed.asp?pagina=indexAprenda.asp&amp;edicao=141"target="_blank"><font color="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong>ligação</strong></font></a><fontcolor="#005300" size="2" face="Verdana"> mais esclarecedora)temos que, obrigatoriamente, de fazer referência a outro quadro,este executado pelo Tiago, do 6° A da mesma Escola. Osleitores/visitantes poderão </font><ahref="http://img.photobucket.com/albums/v642/Seven2005/diversos2/ponto2006agostinho.jpg"target="_blank"><font color="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong>apreciaraqui</strong></font></a><font color="#005300" size="2"face="Verdana"> a bela obra do jovem aluno e que só não éexposta na &quot;sala de entrada&quot; pela única razão dalimitação de espaço a que actualmente estamos votados. (espera-sepela tua compreensão caro Tiago)</font></p><p align="justify"><font color="#005300" size="2" face="Verdana">Antes definalizarmos alertamos que não devem recusar o convite doAgostinho para uma visita à </font><ahref="http://evtagostinho.no.sapo.pt/linhaponto2006.htm"target="_blank"><font color="#00B900" size="2" face="Verdana"><strong>Galeria</strong></font></a><fontcolor="#005300" size="2" face="Verdana"> dos Trabalhos dos (seus)Alunos com aplicação destas duas técnicas interessantes ebelas... Linha e Ponto!</font></p>

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29




  


calendário

Janeiro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK