Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A menina e o "monstro"

por neves, aj, em 20.05.06

Indiferentes àliteral fome de bola do orangotango sul-coreano e ao mau hálito do tigreindiano, no Zoo de Moscovo a menina e o "monstro" admiram-se em olharhipnotizante.

Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting Photobucket - Video and Image Hosting
clicar nas imagens

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

Obras no Voz

por neves, aj, em 20.05.06

(para que não se pense que estávamos deitados por aípor qualquer lado)

Como toda e qualquer edificação também o Voz estava a necessitar de obrasquer de restauro das velhas paredes quer de edificação de novas salas que o Voz do Seven2,  sua extensão, é um dos (bons) exemplos.

Começando por estas novas instalações diremos  que elas são maismodernas, de versão mais avançada, mas paradoxalmente temos sentido algumasdificuldades de adaptação tamanha é a habituação à velha casa-mãe.Andámos perdidos por lá quase 2 dias e em verdade vos dizemos que nãoconseguímos instalar a opção "categorias" que nos permitisse fazer,tal como no velhinho Voz,  um arquivo de entradas a nosso gosto. Cansadosp'las tentativas, resolvemos, para não darmos o tempo por perdido, publicarnesta nova versão do Voz do Seven um trabalhito sobre o Mundial 2006 para oqual podeis partir... a partir daqui mesmo da casa-mãe fazendo duplo clique noselinho, o banner, que está bem à vista aí do lado esquerdo logo soboutro selinho este com ligação ao Euro 2006 sub-21 que se realiza emPortugal e que merece igualmente destaque. Fica ainda oaviso para que não estranheis as diferentes configurações sendo que uma delasprejudica, quanto a nós, a boa leitura e torna-se necessário aumentar asmargens das páginas, visto o texto colar demasiado à esquerda e àdireita.... a seu tempo dedicar-nos-emos, apesar de que até pensamos que emoutros computadores em diferentes resoluções, o problema nem se verificará.

Quanto à restauração das velhas paredes do Voz do Seven chegámos à(triste) conclusão que nos metemos em verdadeiro bico de obra. Ó deuses dasinformáticas quantas ligações que deixaram de o ser. A culpa nem é nossa, oque aconteceu é que muitas dessas ligações que tínhamos com o"exterior" ou deixaram de "estar no ar", pomposamente off-line,ou mudaram de endereço e sem indicação para onde foram e ficámos assimcompletamente descalços sem direito a essa informação.
Um dos casos maisfrustrantes e lamentáveis com que nos deparámos foi a perda de ligação com a Presidência daRepública, o sítio electrónico está claro, sendo uma delas a audição do Hino NacionalPortuguês. E só há dois dias é que o descobrimos. Pelos vistos, com a mudança de inquilino também as mobílias sofrerammudanças e até parece que deitaram borda fora as preciosas antiguidades edizemos isto porque procurámos procurámos e não conseguimos encontrar o localonde copiar o link ou fazer o download, a gravação, do Hino(para em certas eventualidades podermos ouvir) e nem o poema escrito d' APortuguesa que não se deve confundir com a versão oficial do Hino que é bemmais curta. Estávamos precavidos, resolvemos o problema da audição do Hino,mas fica aqui desde já o reparo ao site presidencial, porque com a Bandeira Nacional(cores, tamanho, símbolos... explicação da sua construção) passa-se omesmo. Em suma, ossímbolos da nacionalidade portuguesa parece que foram, em parte, a banhos, istoapesar de que quando entramos no referido site da Presidência da República(com foto destacada do Presidente em culto personalizado de que não somosadeptos) os acordes do Hino se fazem ouvir se tivermos um bocadinho deperspicácia e ligarmos o som, porque o aviso não existe. 

duplo clique na Bandeira e ligar o som

Bem somos obrigados a dar o benefício da dúvida e admitir que se pode terdado o caso de que não tivemos engenho (nem arte) de fazer uma busca aturada eapurada, e daí estarmos à mercê de sofrer tosquiadela bem forte chamando-nos burros e até quepertencemos à contra-informação, mas caros amigos e leitores, neste aspectosomos intolerantes e bradamos que os SímbolosNacionais da República é para estarem bem à vista, pelo menos nos chamados sitesinstitucionais, e ao (fácil) alcance de todoo cidadão que se deseje sentir, nem diremos mais patriota, mas pelo menos maisespertinho e até mais pertinho do pequenino rectângulo à beira-mar plantado... enão se cansam de dizer os costumeiros Velhos do Restelo que agora, agoradepois do... não se ensina "nada denada" na Escola, nem o Hino nem o que está "escrito" naBandeira.

Ouvindo Heróisdo mar, nobrepovo fazemos o rematefinal e como pela Pátria é necessário lutar e contra as adversidades épreciso marchar, marchar, sempre diremos (sem a menor ponta de pirraça) quefomos buscar asligações actuais ao portal do Governo, que pelos vistos nem fezalterações substanciais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:46




  


calendário

Maio 2006

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031



Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK