Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Salazar e a Igreja

por neves, aj, em 20.09.09

 (entrada bem diferente da que imaginais... o título é apenas engodo)

PhotobucketHá já muito que não colocava entrada dedicada à ditosa Terra-Mãe e apesar de não vos apresentar nada que já não conheceis, esta fotografia [tirada do Farol da Nossa Terra de notícia envolta por fumo-branco] tem a particularidade de nos apresentar a Igreja Matriz numa perspectiva diferente que de maneira alguma lhe rouba beleza. Aproveito desde já para vos encaminhar para oálbum do JVicente onde podereis apreciar devidamente esta magnífica obra artquitectónica em estilo barroco que é datada do século XVIII. É de salientar que no referido álbum podereis também encontrar fotos do interior da Igreja que igualmente merecem uma aturada apreciação, nomeadamente a pia baptismal que embora a veja fora do local habitual (cada padre sua mania) creio ser a já existente em Abril de 1956, uma testemunha muda numa manhã um pouco fria, talvez, da matrícula na Igreja Católica de um puto de apenas 5 meses. Matrícula com frequência falhada, diga-se. É certo que a inscrição por lá consta, ainda deve constar já que não recebi participação de excomunhão alguma, por aborto ou outro pecado, mas a verdade é que com o aparecimento das dúvidas e dos porquês, a ovelha (nãoronhosa nem ranhosa) tresmalhou-se e agora é só, só será, um número estatístico que no entanto pode dar uma ajudinha, preciosa diga-se, para tapar o buraco das dissidências.
Claro que por esta altura é provável que os atentos de plantão tenham vontade de me chapar nas fuças que não tenho senso algum, por admirar um templo e não seguir o que nele se prega ou apregoa, mas "uma coisa não implica a outra" e afinal outras cabeças mais consideradas assim o pensam também, como Saramago na (maravilhosa)Viagem a Portugal que ele fez e redigiu descrevendo igrejas, capelas e conventos embora se confesse ateu, só pecando nessa viagem por se ter desviado da ditosa Santa Comba Dão.
Apesar de o imponente templo de duas torres sineiras dominar a fotografia, é notório que o homem da objectiva se focou no (belo) painel de azulejos que foi reconstruído há uns 2-3 anos (obra executada pela cara amiga Rimary) e cujo módulo central retrata a casa onde nasceu Oliveira Salazar.
Sempre defendi a sua restauração, há escritos que o provam, mas logo após ser feita também disse que deveriam ter sido colocadas as bicas com as caras de leão (sem necessidade de brotarem água) e as bases graníticas onde assentavam os cântaros. Não o entenderam assim, os responsáveis. Quem manda pode, no entanto não se livram de ter ficado no ar a sensação de que só desejavam o restauro dos motivos pictóricos. Nesta foto do álbum de fotos do Vasco, pode-se ler (após ampliação) que o painel é uma Homenagem do Concelho de Santa Comba Dão ao estadista seu filho e que essa homenagem aconteceu no ano de 1953. Em Abril de 1953. O mais curioso na data é o dia: 27 de Abril, afinal o mesmo dia em que foi inaugurado o Palácio da Justiça logo ali ao lado, mas no ano de 1965, já eu com idade para memorizar os acontecimentos e que recordo perfeitamente.
PhotobucketDirão agora os menos atentos de plantão que se trata de uma coincidência a escolha desse tal dia de 27 de Abril para as inaugurações das obras feitas pelo Estado Novo ou para as homenagens em seu agradecimento. Olhem que não, como diria Cunhal, olhem que não, já que para me baralhar ainda mais as incógnitas descobri aqui há uns dias que uma estátua de Salazar tinha sido inaugurada no pátio do Palácio Foz, antiga sede doSNI, precisamente no dia 27 de Abril, embora do ano de 1958. Levando em consideração que o dia de nascimento de Oliveira Salazar aconteceu a 28 de Abril (1889) as minhas dúvidas cirandavam sempre à volta do mesmo: porquê na véspera? Qual seria a razão de o sistema escolher a véspera do nascimento de Oliveira Salazar para fazer as suas acções propagandísticas? Teria Salazar nascido de facto a 27 e ter sido registado a 28 de Abril? Seria o próprio a não desejar o próprio dia para que, em atitude de modéstia, não o acusassem de culto à personalidade, embora permitisse que em atitude subtil tudo fosse feito em um dia próximo de modo a que as pessoas não esquecessem a data em que veio ao mundo? Sempre me "incomodou" essa dúvida e atente-se que cheguei a colocar a pergunta (sem resposta) a pessoas hábeis nessas coisas de política, mas após análise calma e detalhada ao perfil deOliveira Salazar e também após umas leituras ao acaso que embora não dando a resposta textualmente focam comemorações de 10, 20 anos de governação, creio que descobri a razão de o sistema escolher a data de 27 de Abril, que por coincidência, apenas, é a véspera da data de nascimento. A resposta até é bem simples e remonta ao dia em que ele se sentou com firmeza na cadeira das Finanças, após um primeiro abandono em 1926, e de onde só saiu para a cadeira da Presidência do Conselho de onde caiu em 1968: esse dia é então o dia 27 de Abril de 1928, data que o Estado Novo assinalava como um marco, o da entrada de Salazar no comando dos destinos de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:08

As contas da qualificação

por neves, aj, em 20.09.09

Photobucket - Video and Image Hosting
o sonho rumo ao Mundial 2010

Faltando duas jornadas a cada uma das equipas, Portugal pode (tem de) atingir 19 pontos pelo acrescento de duas vitórias (Hungria e Malta).

 

jogos

golos
marcados

golos
sofridos

diferença
golos

pontos

Dinamarca 8 15 4 11 18
Suécia 8 9 3 6 15
Portugal 8 10 5 5 13

Critérios de desempate
1. Número de pontos obtidos em todos os jogos do grupo;
2. Diferença de golos em todos os jogos;
3. Número de golos marcados em todos os jogos...

dia 10 de Outubro Lisboa S. Paulo
Dinamarca - Suécia 19:00 h 15:00 h FIFA
Portugal - Hungria 20:45 h 16:45 h FIFA
 
dia 14 de Outubro Lisboa S. Paulo
Suécia - Albânia 19:45 h 15:45 h FIFA
Portugal - Malta 19:45 h 15:45 h FIFA

Na situação aqui exposta só nos vamos virar para a Suécia, o "inimigo" a abater. Eventualmente a luta pelo segundo lugar no grupo pode virar-se contra a Dinamarca, mas aqui o sonho de qualificação é maior, apesar de que é possível: duas derrotas fazem com que os dinamarqueses fiquem com apenas 18 pontos e com uma derrota e um empate ficam com 19 pontos, só que o saldo de golos é deveras mais difícil de ultrapassar... a não ser que o goleiro dinamarquês abra escancaradamente a capoeira ou galinheiro.  Bom, mas realisticamente o objectivo primeiro é que a Suécia jamais ultrapasse os 19 pontos. Se partirmos do pressuposto que  no último desafio os suecos levarão de vencida a Albânia (na Suécia), aos seus pontos na tabela apresentada (15 pontos) devem ser acrescentados 3, o que perfaz 18 pontos. Sendo assim, 1 (um) ponto é o máximo que a Suécia deve alcançar  no desafio ante a Dinamarca para que a luta com Portugal seja uma realidade. Por outras palavras mais terra-a-terra, a Suécia não pode vencer na Dinamarca para que o sonho de Portugal ganhe alguma consistência. Se ambas as selecções atingirem os 19 pontos, entrará em acção o segundo critério de desempate (diferença de golos). Se a Suécia perder, então outro galo canta e Portugal passa a depende apenas de si para alcançar a segunda posição que permite a disputa de um desafio dos play-off.

aSITUAÇÃO           as contas n'A BOLA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:38




  


calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



Comentários recentes


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK