Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Joe Dassin

por neves, aj, em 05.11.07

A Toi Joe Dassin

Joe Dassin (também) nasceu a 5 de Novembro só que dezassete anos antes de mim, em 1938. Imortalizado por canções em língua francesa o seu nascimento no entanto ocorreu em Nova Iorque, nos EUA, para onde seus pais tinham emigrado. O pai era candidato a actor e tinha nacionalidade russa a qual seria determinante para que em plena guerra-fria no pós segunda guerra mundial se visse obrigado a abandonar os Estados Unidos, acusado de colaborador comunista. A mãe era música de nacionalidade húngara.

Foi com 12 anos que o pequeno Joe, diminutivo de Joseph o nosso José (tal como eu), chegou à Europa. Os pais estabeleceram-se em Paris e ele foi estudar para a Suíça. Mais velho regressou à América que o viu nascer, mas agora sozinho após o divórcio dos pais e continuou a estudar... entrou em Medicina, mas apenas frequentou, depois cursou etnologia.
Geneticamente carregado de arte, dedicou-se à música, à canção... para felicidade de todos nós.


A TOI (1976) - (atente-se em curiosa apresentação de uma das bandeiras)

Conheci Joe Dassin uns três ou quatro anos antes da sua morte que ocorreu em 1980, 20 de Agosto, ano em que completaria 42 anos de idade. Leigo militante em questões musicais conheci-o por mero acaso quando percorria rua em Viseu. O som levou-me a entrar. Adquiri um disco, um single de 45 rotações. Passados que são trinta anos ainda recordo que de um lado ouvia-se Sallut e do outro Et si tu n' existais pas, óbvio, já que era para oferecer à futura mãe de minha filha. De certeza que o disco já não existe (será possível, mas só do Lado A, talvez), no entanto a sua mensagem parece que foi bem transmitida já que minha filha, consta-me que in love, me agradeceu em felicidade por há tempos eu ter publicado aqui neste meu, nosso espaço ligação de acesso a algumas canções de Joe Dassin [site].

Eu continuo a gostar, a divulgar e a fazer gostar, ouvindo sem nostalgia e continuando a enaltecer a língua que mais se enamora a este género musical, a francesa. Gostos.

Joe Dassin no YouTube    Joe Dassin no esnips

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08


16 comentários

De Anónimo a 21.08.2018 às 13:44

Quando Joe Dassin faleceu, era eu emigrante em França, vivendo em Paris, no 18º, mais a minha esposa e nossos dois filhos. Era um cantor que eu e minha esposa adorávamos ouvir, e por isso comprámos alguns discos desse grande cantor, que ainda temos em nossa posse e muito bem conservados. Como temos da maioria dos cantores que à época andavam em voga em França e até a nível mundial.

De Ana Maria a 05.11.2007 às 19:44

Parabéns pelo seu aniversário, muitas felicidades e bastante saúde.Sabes que daqui para frente é só se cuidar para aguentar mais uns 50 anos.Continue a escrever, suas escritas são muito gratificantes de ler.Abraço.

De Clara Alexandre a 05.11.2007 às 21:11

Parabéns Seven!
Tudo de bom para ti.
Um grande abraço
Clara

De Alípio Calisto a 06.11.2007 às 14:13

Parabéns de aniversário nunca se devem antecipar. É por isso, agora que está consolidado mais um aninho de vida, que te envio o maior abraço do mundo e desejar-te muitos mais. Gostava de saber como foi a festa e de que é que constou. Depois desta brincadeira se não viesse aqui fazer uma visitinha, esta data (histórica) ter-me-ia passado ao lado. Peço-te imensa desculpa pela minha desatenção. O que desejo mesmo é que para o ano, mesmo que seja um dia depois, cá estejamos para celebrar. Desejo-te muitos mais e eu que esteja cá para ver. Eu disse p'ra ver? Não foste tu que disseste que vinhas cá festejar o próximo!? Risos!...
Um beijinho para a Andreia e sempre o mesmo p'ra ti; um grande abraço.
Alípio

De Bruno Figueiredo a 07.11.2007 às 18:56

Parabéns Sr. Neves!

Espero que se recorde de nós, o Bruno e o Carlos, seus companheiros dos tempos do mIRC na Biblioteca de Santa Comba Dão. Passámos muitas horas a falar sobre os mais variados temas. Espero que tudo esteja em ordem por aí no 'brásiu'.

Saudações cordiais!

Bruno e Carlos Figueiredo

De Neves, AJ a 08.11.2007 às 06:46

Obrigado... obrigado...
Quem sabe caro Alípio se o 53 não será por aí sob os ares da Lusitânia? Subias também ao povoado, não? É... Novembro é mês muito bom, um friozinho alternando com o Verão de S. Martinho às voltas com umas castanhas assadas e na adega a prova do vinho. Claro que a Clara também teria de estar presente, né? Abraço também para ti Clara e os respectivos agradecimentos.
Um agradecimento muito especial para a "vizinha" Ana Maria uma das mais fiéis leitoras que este nosso espaço possui. Pudesse o Voz oferecer prémios de presença que uma viagem à Ibéria lhe estaria garantida para poder encontrar suas raízes. Agradeço os parabéns só que não vou aceitar o presente de mais 50... se assim já não é fácil, quem me iria aturar depois?
E surpresa das surpresas tenho aqui a visita dos manos Figueiredo. Então não havia de recordar? As conversas.. verdade, muitas horas, nesse tempo até eu sabia quem ganhava o Oscar e quem era o realizador deste ou daquele filme, graças a vós, agora passa-me tudo ao lado. Conversas úteis, não vou dizer intelectuais, mas pelo menos com conteúdo o que para o contexto actual é dveras digno de apontamento. (seria desnecessário falares nessa vulgaridade chamada de mIRC ó Bruno-- sorriso). Adorei que tivessem comentado caros Bruno e Carlos... mandem aí um mail a dizerem como andam esses ossos, as vossas vidas académicas.. e o pai Carlos sempre em forma? Abraço para vós e para vossos pais, ok?
Bom... um muito obrigado a todos vós(pelos parabéns e pela presença)e espero que tenham curtido um pouco o Joe Dassin.
Abraço
Neves, AJ

De zulmira lobo a 17.01.2008 às 14:43

Gosto muito de ir ao site do Joe Dassin e por acidente abri este site. Em boa hora o fiz, pois estou a ouvir as minhas músicas preferidas, as do Joe.
A primeira música que conheci, tinha 13 anos e chamava-se "Comme la Lune" adorei e passei a comprar todos os discos que saiam em Portugal. Estava já eu casada quando o meu marido me fez uma surpresa linda com ..."À Toi".
Hoje tenho praticamente todos os CDs de Joe Dassin bem como os dois DVDs que mandei vir de França atrvés da FNAC.
Obrigada por este site!

De Marciane a 29.03.2008 às 15:01

Fiquei feliz de saber que Joe Dassin nasceu em 5 de novembro assim como nos. Aprendi a gostar do Et si tu n'existais antes dos 7 anos de idade, no final da decada de 70,epoca em que a musica francesa foi muito difundida no Brasil.

De Luiz Mendes de Oliveira a 10.05.2008 às 21:27

reputo como um dos maiores e melhor cantor do mundo.Acredito que Deus olevou tão cedo, para ouvi-lo melhor. itaberaba-bahia

De Ana Vazquez a 28.12.2008 às 17:25


Passei toda a minha tarde de hoje ouvindo a voz daquele que fez parte da minha juventude nos anos 70. Hoje quis saber mais algo dele e vim á procura. Fiquei muito triste por saber que Deus já o levou. Porquê? Que voz. Que saudades. Porque morreu tão cedo? Onde quer que esteja lhe envio muitos muitos beijos pela pessoa simpática que mostrava ser, sempre que cantava. Ana

Comentar post


Pág. 1/2




  


calendário

Novembro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930



Comentários recentes

  • Anónimo

    Neves, cá estou a pesquisar sobre Santa Comba, pel...

  • Anónimo

    Quando Joe Dassin faleceu, era eu emigrante em Fra...

  • Anónimo

    Obrigado por ter partilhado o seu sofrimento. Tamb...


Ligações

SANTA COMBA DÃO

NOTÍCIAS NO VOZ

FUTEBOL NO VOZ

INFORMÁTICA NO VOZ

LUSO IN SÃO PAULO

FOTOS NO FACEBOOK